Sandro Martins - Contador - CRC/RJ: PJ 023613/K

Serviços Online - Abertura de Empresa

Home | Contato

Abertura de Empresa

Uma pesquisa realizada pelo Banco Mundial, o Brasil é um país que pode levar cerca de 5 meses para se legalizar uma empresa, mas o desemprego, a vontade de ter um negócio próprio, está levando cada vez mais os brasileiros a embarcar nessa aventura que é ser empresário. Por isso planejar é a palavra chave. A seguir passaremos dicas que poderá auxiliar quem, por ventura, esteja com idéia de alçar vôo próprio.

Documentação necessária para Constituição de Empresa, para o caso da Limitada (Ltda):
Duas cópias autenticadas da Carteira de Identidade e CPF/MF dos sócios;
Comprovante de endereço dos sócios;
Comprovante de endereço da empresa;
Nº PIS ou carnê/INSS.

Informações:
Razão/denominação social (nome da empresa);
Nome fantasia;
Endereço da empresa;
Objeto/Atividade empresarial;
Valor do Capital social;
Percentual de cada sócio;
Poder de gerência.

Casos Especiais:
Se houver sócio menor de 21 anos, documentos do responsável legal;
Se o comprovante de endereço de algum sócio não estiver em seu nome, declaração do proprietário (mesmo que cônjuge) para comprovar endereço;
Se o sócio for casado, em caso de inscrição no ICMS, cópia certidão de casamento e cópia da carteira de identidade e cópia do CPF do cônjuge;

Observações:
Verificar se nenhum dos sócios (inclusive cônjuge e filhos menores de 21 anos), não tem ou já teve firma em seu nome e/ou se é ou já foi sócio de outra empresa;
O ICMS não libera inscrição em apartamento.

Aprenda como planejar para montar seu próprio negocio.

1 - A importância de se desenvolver o Planejamento Estratégico dentro de uma empresa e como identificar de maneira correta o tipo de planejamento que deve ser utilizado.

OS CONCEITOS DE PLANEJAMENTO E DE SISTEMA:
Estão ligados às atividades que visam ao sucesso de metas propostas. O diagnóstico em ambientes externos e internos da situação deve detectar problemas e possibilidades de resolução. Esta analise identificam ameaças e oportunidades relativas aos objetivos a serem alcançados, os pontos fortes e fracos.

Corresponde ao assunto abordado - pesquisa, produção, marketing, finanças, novos produtos, instalações, recursos humanos, etc.
Elementos do planejamento - propósitos, objetivos, estratégias, políticas, programas, orçamentos, normas e procedimentos. O tempo do planejamento, podendo ser de longo, médio ou curto prazo.
Unidades organizacionais - planejamento corporativo de unidades estratégicas de negócios, de subsidiárias, de grupos funcionais de divisões, de departamentos etc.
Às características do planejamento - podem ser representadas por complexidade ou simplicidade, planejamentos estratégicos ou táticos, confidenciais ou públicos, econômicos ou caros.
Conseqüência - O planejamento é conceituado como um processo desenvolvido para que se alcance numa situação futura o desejado de um modo mais eficiente, eficaz e efetivo, com a melhor concentração de esforços e recursos pela empresa.
Planejamento - Corresponde à definição de inúmeras providências a serem tomadas pelo executivo para a situação em que o futuro tende a ser diferente do passado, entretanto, a empresa tem condições e meios de agir sobre as variáveis e fatores de modo que possa exercer alguma influência; o planejamento é um processo contínuo executado pela empresa independentemente de vontade específica de seus executivos. O processo de tomada de decisão contém os componentes individuais e organizacionais, e a ação nesses dois níveis deve ser orientada de maneira que garanta certa confluência de interesses dos diversos fatores alocados no ambiente da empresa.
A atividade de planejamento é complexa em decorrência de sua própria natureza, que é a de um processo contínuo de pensamento sobre o futuro, desenvolvido mediante a determinação de estados futuros desejados e a avaliação de cursos de ação alternativos a serem seguidos para que tais estados sejam alcançados. Isto ocorre dentro de um contexto ambiental interdependente e mutável. O processo de planejar envolve um modo de pensar, e um salutar modo de pensar envolve indagações sobre o que fazer, como, quando, quanto, para quem, por que, por quem e onde.

PRINCÍPIOS DO PLANEJAMENTO
As empresas devem respeitar alguns princípios para que os resultados de sua operação saia conforme o planejado.

Princípios Gerais do Planejamento
1- Da contribuição aos objetivos:
Visar aos objetivos máximos da empresa; deve-se hierarquizar os objetivos estabelecidos e procurar alcançá-los em sua totalidade, tendo em vista a interligação entre eles.
A precedência do planejamento corresponde a uma função administrativa que antecede as funções de organização, direção e controle.

2- Da maior penetração e abrangência: o planejamento pode provocar modificações nas características e atividades da empresa.

3- Da maior eficiência, eficácia e efetividade: o planejamento busca maximizar os resultados e minimizar as deficiências.

Através do planejamento estratégico, a empresa espera:
Conhecer e melhor utilizar seus pontos fortes;
Conhecer e eliminar ou adequar seus pontos fracos;
Conhecer e usufruir as oportunidades externas;
Conhecer e evitar as ameaças externas;
Ter um efetivo plano de trabalho.

O que setorna uma vantagem competitiva inclui:

O foco no cliente:
A qualidade superior do produto;
Uma rede de distribuição ampla;
O valor significativo para o cliente;
O alto valor de marca e a reputação positiva da empresa no mercado;
O tipo de custo, ou de técnicas de produção (com baixo custo).

A existência de patentes, direitos autorais e de propriedade industrial:
Num mundo competitivo, com mudanças a todo o momento, nenhuma destas vantagens podem ser mantidas por muito tempo. Será necessário um leque de boas ofertas e produtos para uma empresa manter alguma vantagem competitiva. Ou seja, criar uma empresa tão ágil e alerta, que sempre irá encontrar uma vantagem, não importa que mudanças ocorram.
Devemos definir que planejamento nossa estratégia quer atingir, para obtermos as vantagens competitivas, selecionando os mercados, e com que produtos iremos competir, e quais os campo de atuação, e que armas utilizaremos.
Preço (a empresa deve ter preço compatível com a qualidade de seu produto);
Prazo (o produto deve ser vendido a vista, ou a prazo, sem juros e com frete incluso);
Qualidade (quanto mais tecnologia, ou procedimentos na qualidade, melhor);
Assistência Técnica (de preferência em todo território nacional);
Marca ou Imagem da Empresa ou do produto (ter fama de produto confiável através valorização da imagem da empresa);
Prazo de entrega (imediato, a empresa deve ter um estoque mínimo).

Levantamento das armas de competição que sua empresa utiliza
Podemos citar produtos baratos e simples, que geralmente nunca saem do mercado, e mantém-se (sustentabilidade), por longo tempo, em vantagem competitiva. Exemplo: fabricantes de fósforos, clips, velas de cera, velas de carro, cadarços, CD / DVD virgem (mídia), pães, gasolina, lápis, caneta, pizzas, etc.
Não necessito citar a forma de produção ou qualidade, pois estes produtos são o que são, e dificilmente existem muitas diferenças, mas seu valor agregado sempre manterá uma vantagem competitiva, pela necessidade que os mesmos possuem no mercado.

4 - Conclusão
Tudo isso só terá resultado se você acreditar em seu empreendimento, se você realmente vestir a camisa, se prepare muito bem para tudo que está por vir.
Ofereça produtos de qualidade com preços justos, atenda o cliente de forma correta oferecendo brindes, promovendo sorteios, enfim, encantando seu cliente, tudo isso de uma forma contínua.
Esperamos que com este material você possa ter uma idéia do processo de abertura de uma empresa.

Para você futuro empresário, desejamos sorte e muito sucesso.